Arquivo de setembro de 2016

ROSEMARY NORONHA CONTINUA SENDO A “AZEITONA” QUE FICOU NO ESQUECIMENTO


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Foram realmente muitos bons tempos que viveram juntos, disfarçando uma situação que ia ficando cada vez mais conhecida do grande público, depois de 19 anos em que estiveram lado a lado, ela e o presidente.
Voltando aos tempos em que líder sindicalista bancária ela se aproximou de Lula, Rosemary Noronha está hoje mais esquecida que nota de 100 em bolso de pobre.
Até com Dona Marisa Leticia, que dizia não gostar da dita cuja, Rosemary teve bons momentos em que apareceu para o público.

Quando Lula caiu em desgraça e começaram se revelar os bastidores de sua própria vida conjugal, a coisa fica feia.
Foi o colunista Reinaldo Azevedo, da Veja, quem primeiro levantou esta situação amorosa-presidencial que só não virou escândalo maior porque o próprio PT tratou de blindar as relações mais próximas do que deveriam ter sido.

CLIMA DE PREOCUPAÇÃO DE FRUET COM A CAMPANHA DA REELEIÇÃO


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Clima de acentuada preocupação com os aliados de Gustavo Fruet, que a esta altura já estaria conformados com o ambiente de desanimo que tomou conta de comissionados da Prefeitura e afilhados políticos que debandaram antes mesmo do resultado eleitoral se definir.
Sem o apoio do PT ficou bem difícil à situação para Gustavo Fruet que contou apenas com o ânimo da esposa, Márcia Fruet, do seu poderoso secretário Ricardo MacDonald, da sua irmã Eleonora Fruet e do secretário Scatolini que politicamente não conhece do ofício político.
Clima de desanimo segundo alguns observadores já se faz sentir entre os próprios aliados, os quais são o retrato do desgaste político sofrido pelo alcaide nestes três anos de mandato.

Com aportes do BRDE, Criatec 3 acelera o crescimento de empresas inovadoras no Paraná


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Foco do Criatec 3 são empresas em estágios iniciais, que desenvolvam tecnologias inovadoras e tenham alto potencial de crescimento

Empresas inovadoras paranaenses podem aproveitar o momento favorável ao desenvolvimento de novas tecnologias que o Estado vive e acelerar o crescimento de seus negócios. Uma boa opção para crescer é o Fundo de Investimento em Participações Criatec 3, que tem aportes do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O fundo está em fase de captação e seleção de projetos.

O fundo de investimentos tem como foco empresas em estágios iniciais, que desenvolvam tecnologias inovadoras e tenham alto potencial de crescimento. “O Criatec 3 é uma excelente opção para quem está disposto a ter um sócio investidor que agregue capital, estratégia, governança e que compartilhe decisões”, afirma a gerente de Planejamento da Agência Paraná do BRDE, Tatiana Henn.

A prioridade do fundo é investir em empresas dos setores de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), agronegócio, nanotecnologia, biotecnologia e novos materiais, com faturamento anual de até R$ 12 milhões. “No geral, são startups, ou negócios nascidos em incubadoras tecnológicas, que precisam de um aporte inicial para capitalização e crescimento”, diz o superintendente da Agência Paraná do BRDE, Paulo Cesar Starke Junior.

O Criatec 3 reúne R$ 200 milhões para investimento em empresas em todo o país. O fundo poderá investir em até 36 empresas inovadoras em estágio inicial entre os anos de 2016 e 2019. São empresas com bons projetos e alto potencial de crescimento, mas que normalmente têm dificuldade em captar ou reunir recursos suficientes para alavancar o empreendimento, por falta de garantias de retorno do valor investido.

COMO FUNCIONA

Cabe ao gestor do Criatec 3, a Inseed Investimentos, identificar e selecionar as empresas que receberão os investimentos. A seleção é feita a partir da análise da proposta de inovação, que deve preferencialmente estar direcionada à resolução de um problema de mercado claro e economicamente relevante.

Outro ponto importante é que a inovação não seja facilmente replicável por outras companhias, o que permitiria a entrada de concorrentes no mercado. Além disso, o perfil do empreendedor deve estar atrelado à inovação e ao mercado de atuação.

INSCRIÇÕES

A inscrição de projetos no Criatec deve ser feita exclusivamente por meio eletrônico. Mais informações pelo site http://www.brde.com.br/criatec-3/.

Em Curitiba, TRE divulga apuração as 18h30 de domingo


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


O TRE-PR espera que a apuração dos votos em Curitiba leve apenas 1h30. Assim, com as urnas fechadas às 17h, o resultado deve ser divulgado às 18h30 de domingo, 2. O TRE alerta que durante o horário de votação não serão permitidas aglomerações partidárias. Também é proibido o uso de celular nas cabines. Quem perdeu o título de eleitor mas está cadastrado poderá votar com documento oficial com foto, como RG, carteira de trabalho, passaporte, carteira de motorista ou de reservista.

Richa destaca ações do Estado em segurança


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


O governador Beto Richa participou nesta sexta-feira (30), no Canal da Música, em Curitiba, da formatura dos alunos do Curso Técnico-Profissional de Escrivães de Polícia. São 89 profissionais que irão reforçar as unidades da Polícia Civil em todo o Estado, a partir da próxima semana. Na solenidade, o governador ressaltou os investimentos feitos pelo Governo do Estado, desde 2011, na área de segurança pública. Ele citou contratações, aumento salarial e investimentos em estruturas.

Os novos escrivães passaram no concurso de 2010 e começaram a atuar na polícia logo em seguida, em atividades administrativas. Em julho deste ano iniciaram o curso na Escola Superior de Polícia Civil. Foram 445 horas/aulas, ao longo de três meses, período em que eles aprenderam disciplinas de polícia comunitária e direitos humanos, além das técnicas operacionais específicas de cada função.

Richa cumprimentou os formandos e ressaltou a importância desse trabalho para a Polícia Civil, que completou 163 anos nesta semana. “A função do escrivão é da maior relevância na composição das equipes policiais, ao lado dos delegados e demais agentes, para tornar a Polícia Civil, ao longo dos seus 163 anos, uma instituição ainda melhor e mais respeitada pela sociedade”, disse.

VALORIZAÇÃO – O governador também destacou a valorização e ampliação no número de profissionais da segurança pública do Estado. “Reforçamos os quadros e a estrutura de segurança em todo o Paraná. Mais de 10 mil policiais foram contratados desde o início de nosso governo. Assumimos o governo com um efetivo reduzido de policiais e fizemos a maior contratação da história do Estado”, afirmou Richa.

O Governo do Estado, disse ele, também melhorou as condições de trabalho dos policiais, com a aquisição de novos equipamentos, viaturas, armas e munições, além de ampliar os salários dos servidores. “Os policiais merecem esse reconhecimento pelo trabalho dedicado que fazem, que garante a segurança e a tranquilidade de todos os paranaenses”.

Richa lembrou, ainda, que o Governo do Estado está em processo de compra de mil novas viaturas, que serão distribuídas para todo o Paraná, e a locação de outros 200 veículos para reforçar o policiamento em Curitiba e Região Metropolitana. Ele também destacou a criação do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil (GOA), que dá mais agilidade e eficiência às ações.

(foto: Arnaldo Alves/ANPr)

link matéria

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=91042&tit=Na-formatura-de-escrivaes-Richa-destaca-acoes-do-Estado-em-seguranca-

Temer vai socorrer estados


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Após encontro com governadores e secretários de Fazenda, o Planalto prometeu avançar, no Congresso, com pacote de medidas para solucionar a crise dos Estados. O governo federal assumirá o ônus político de propor emenda fixando limite para gastos com servidores, na PEC do teto dos gastos públicos. Com isso, o Congresso vai retirar do colo dos governadores o desgaste político junto ao funcionalismo. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O governo promete apoiar também a PEC dos Precatórios, em tramitação na Câmara, e a venda da dívida ativa dos Estados.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, comprometeu-se com o ministro da Fazenda a fazer andar as medidas de ajuda aos Estados.

Os governadores de 20 Estados pedem R$ 7 bilhões ao presidente Michel Temer e, sem ajuda, ameaçam decretar calamidade.

(foto: internet)

TSE diz que votos de Paulo Mac Donald serão anulados


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


No programa disponível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para acompanhamento em tempo real da apuração das Eleições 2016, uma imagem chama a atenção. Na página em que aparecem os candidatos a prefeito de Foz do Iguaçu, dois deles aparecem com destaque: Sérgio Barros (PSC) e Paulo Mac Donald Ghisi (PDT). As informações são do Jornal Primeira Linha.

Logo abaixo, exibe a mensagem “O candidato não teve seus votos validados devido à sua situação jurídica ou à do seu partido”. A situação mais delicada é a de Mac Donald, Já que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve por unanimidade a impugnação da candidatura, conforme já havia decidido o juiz da 46ª Zona Eleitoral, Marcos Antonio Frason. Paulo Mac Donald, prefeito de Foz por dois mandatos, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas, a lei o permite concorrer às eleições enquanto aguarda recurso.

O juiz eleitoral entende que Paulo Mac Donald, não pode concorrer à eleição, porque há acusações contra ele por improbidade administrativa, dano ao erário e enriquecimento ilícito. Ele teria contratado uma especialista em captação de recursos públicos federais para obras públicas na cidade, quando era prefeito. A Justiça entendeu que houve improbidade administrativa, porém, sem dolo e sem enriquecimento ilícito, portanto, o ex-prefeito não poderia perder direitos políticos.

Em notas divulgadas à imprensa, a equipe de Mac Donald garante que o candidato está apto a concorrer às eleições e que seu nome consta nas urnas eletrônicas, lacradas e distribuídas nos locais de votação pela cidade.

No caso de Barros, o problema ocorreu com o seu candidato a vice, Carlos Osório, que não seria filiado ao partido PSC, segundo a Justiça Eleitoral. Mas na sexta-feira (23), o TRE decidiu que Osório segue na campanha, concorrendo pela Coligação Foz Para Todos.

Diploma só com registro aprovado

Os candidatos das Eleições Municipais 2016 que concorrerem neste domingo (2) com o registro indeferido e que tenham ingressado com recurso não terão seus votos computados, salvo se houver decisão final pelo deferimento de seus registros. Isso significa que, mesmo que tenham recebido votação suficiente para serem eleitos, somente terão seus votos contabilizados e poderão ser diplomados se tiverem seus registros aprovados pela Justiça Eleitoral.

Conforme jurisprudência consolidada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não se computam para a legenda os votos dados aos candidatos com os registros indeferidos à data da eleição, ainda que a decisão no processo de registro só transite em julgado após o pleito. Apesar de não serem contabilizados, os votos dos candidatos nessa situação ficarão armazenados separadamente e poderão ser consultados por eleitores e demais interessados.

Se após o pleito o juízo eleitoral proferir decisão pelo deferimento dos registros desses candidatos, os votos recebidos por eles passarão a ser computados. Dessa forma, na hipótese de o concorrente ter obtido votação suficiente para ser eleito, ele deverá ser diplomado pela Justiça Eleitoral. A diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 19 de dezembro.

Caso a decisão seja pelo indeferimento do registro, os votos recebidos serão anulados pela Justiça Eleitoral, em conformidade com o parágrafo 3º do artigo 175 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). O dispositivo estabelece que: “Serão nulos, para todos os efeitos, os votos dados a candidatos inelegíveis ou não registrados”.

(reprodução: capa/Primeira Linha)

Fruet deixa para 2017 previsão de recursos para projeto do Viaduto do Orleans


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Intervenções no Viaduto do Orleans sobre a BR-277 são reivindicações da população da região há muitos anos. Os congestionamentos são recorrentes neste ponto, causando enormes transtornos. Moradores e comerciantes vêm solicitando uma solução para o tráfego neste ponto. As informações são do Massa News.

O viaduto não comporta mais a quantidade de veículos que transitam entre os bairros Santa Felicidade, São Braz e Orleans. Com os semáforos ainda para entrada e saída no viaduto, as filas de veículos se formam facilmente, independentemente do período do dia.

Em março deste ano, uma audiência pública debateu as possíveis intervenções no viaduto. Na ocasião, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) apresentou estudos para a região. No entanto, os moradores seguem sem uma solução.

A Prefeitura de Curitiba, por meio de assessoria de imprensa, informou que o Ippuc realizou uma série de estudos que resultaram em quatro cenários: duplicação do viaduto existente; alargamento do viaduto e das vias marginais da BR-277; alargamento do viaduto com um semáforo; e inversão de sentidos e alteração de circulação do tráfego existente.

Segundo a administração municipal, os estudos foram apresentados para a comunidade em reunião do Conselho Comunitário de Segurança do São Braz (Conseg) e em audiência na Câmara Municipal. A opção foi pelo alargamento (duplicação) do viaduto e substituição dos atuais três semáforos existentes por um único. A prefeitura informa que a obra garantirá a fluidez no trânsito local até pelos menos 2035.

No entanto, ainda haverá bastante espera por uma solução definitiva. De acordo com a prefeitura, a Lei Orçamentária Anual de 2017 (LOA 2017) prevê recursos para a realização dos projetos de requalificação do Viaduto do Orleans. Estão reservados R$ 978.688,29 para a elaboração dos três projetos executivos que irão compor o projeto global: Fase 1 (projeto de duplicação do viaduto), Fase 2 (projeto da intersecção em forma de diamante) e Fase 3 (projeto das desapropriações necessárias para a realização das obras).

Após a conclusão dos projetos, “será possível realizar os orçamentos para as etapas seguintes, com a respectiva previsão, na LOA de 2018, da próxima fase. Sendo assim, em 2018 deverão ocorrer a licitação e o início das obras de alargamento (duplicação do viaduto)”, traz a nota da prefeitura. Depois disto, “deverão ser previstos os recursos para a fase final da obra, a quadruplicação do viaduto, com a intersecção em formato de diamante”.

Até lá, os moradores e os motoristas que passam pela região deverão ter muita paciência para enfrentar os congestionamentos.

(foto: internet)

link matéria

http://massanews.com/noticias/plantao/prefeitura-deixa-para-2017-previsao-de-recursos-para-projeto-do-viaduto-do-orleans-BOYzj.html

Lava Jato Maringá: Silvio Barros II, Pupin e secretários viram réus em nova ação de improbidade


Postado em 30/set/2016 - Sem Comentários


Publicado por Angelo Rigon:Réus:
O ex-prefeito Silvio Barros II (PP), que disputa sua quarta eleição para a Prefeitura de Maringá, e seu ex-vice-prefeito, atual prefeito da cidade, Carlos Roberto Pupin (PP), são desde a última terça-feira réus em ação civil pública por improbidade administrativa.
Na última terça-feira o juiz Nicola Frascati Junior, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Maringá, recebeu a denúncia, ajuizada em outubro do ano passado. O promotor Leonardo da Silva Vilhena, ao propor a ação há cerca de um ano, comparou o caso à Operação Lava Jato, já que foi utilizada tática semelhante ao maior caso de corrupção já visto no país.

A empresa Sistema Pri Engenharia Ltda., de São Paulo, foi contratada três oportunidades pela administração Barros/Pupin (em 2010, 2011 e 2013) para a prestação de serviço de gerenciamento e fiscalização da execução de obras públicas municipais, de forma ilegal, causando danos ao erário. Em 2012, a empresa fez doação em dinheiro para a campanha eleitoral de Pupin, que integra o grupo político que está há 12 anos no poder em Maringá.
Também tornaram-se réus na ação Fernando Camargo, superintendente da SBMG/Aeroporto Regional Silvio Name Junior, Luiz Carlos Manzato, ex-chefe de gabinete do prefeito e atualmente procurador-geral do município, o ex-secretário de Planejamento Laércio Barbão, responsável pela elaboração da solicitação de despesa que culminou na contratação da empresa, que também é ré, junta com o município.
A ação tramita há 363 dias, e neste período o juiz negou a indisponibilidade de bens dos representados. No entanto, o Tribunal de Justiça do Paraná reformou a decisão e determinou a indisponibilidade dos bens do prefeito, do ex-prefeito e secretários até o valor de R$ 2.966.775,51.
Ao receber a petição inicial, esta semana (veja abaixo, na íntegra) o magistrado destacou que o Ministério Público indicou detalhadamente os atos praticados pelos denunciados, com um vasto conjunto de documentos, e que “denota-se a existência de indícios da prática de ato de improbidade”.

Confira a decisão do juiz Nicola Frascati Junior:

http://angelorigon.com.br/2016/09/29/lava-jato-maringa-silvio-barros-ii-pupin-e-secretarios-viram-reus-em-nova-acao-de-improbidade/#more-172491

“Mantega e a promiscuidade petista”


Postado em 29/set/2016 - Sem Comentários


Ademar Traiano: Pouca coisa simboliza o petismo no poder com tanta força quanto a passagem de Guido Mantega pelo Ministério da Fazenda.


Por dez longos anos Mantega foi o ‘czar’ da economia. No período Lula, foi contido em seu fervor esquerdista pelo pragmatismo de Henrique Meirelles no Banco Central. Com a eleição de Dilma encontrou, até 2015, uma parceira à altura para o intervencionismo e o voluntarismo na economia.

“Os juros têm que cair porque a ‘presidenta’ quer; a conta de luz tem de baixar porque o marqueteiro João Santana convenceu a ‘presidenta’ que a popularidade dela iria bombar”. A economia viveu em uma realidade paralela.

O resultado, todos conhecemos. Volta da inflação; quebradeira de empresas; desemprego recorde e desmoralização internacional. Sem o impeachment, o Brasil poderia se tornar uma grande Venezuela.

Agora a Lava Jato revela outro lado sombrio de Mantega. Além de arruinar a economia o ex-ministro atuava como um ativo arrecadador de propinas do PT. É suspeito de achacar grandes empresários para os cofres encher os cofres do partido. A promiscuidade era total.

Ademar Traiano é deputado estadual pelo PSDB-PR, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná e presidente do PSDB-PR.

 

Redação e Administração

Rua Nilo Peçanha 798 - Bom Retiro
Tel./fax: 41.3338-0695

IMPACTO EDIÇÃO SEMANAL



Clique aqui para ver as edições anteriores.

VÍDEOS

REQUIÃO ANUNCIA ACORDO COM OSMAR DIAS EM 2018

OSMAR ANUNCIA ACORDO DA FRENTE DE ESQUEDA COM REQUIÃO

Lula diz que irá a Curitiba e desafia Lava Jato a lançar candidato

Patrícia Torassi

    Clique para ver todos os vídeos >>

ENQUETE

COMO FICARÁ A SITUAÇÃO DE LULA APÓS SER DENUNCIADO COMO CHEFE DE QUADRILHA?

:

Ver resultados


Loading ... Loading ...

ACOMPANHE NOSSAS REDES

PUBLICIDADE

 

REDES SOCIAIS

JORNAL IMPACTO PARANÁ
Redação e Administração - Rua Nilo Peçanha 798 - CEP: 80520-000 Bom Retiro - Tel./fax: 41.3338-0695