Arquivo de dezembro de 2017

Plano B de Lula é tomar o Congresso


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


Lula nega publicamente que exista plano B, se for mesmo impedido de disputar a Presidência em 2018, mas em conversas reservadas deixa claro que a alternativa é eleger a maior bancada possível de deputados federais e senadores para “tomar o Legislativo”. Ele não cita outro petista, como o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad disputando o Planalto. O sonho de Lula é dar ao PT o poder exercido pelo “centrão”. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O plano B de Lula é inspirado no PMDB, cujo apoio viabilizou seu próprio governo e a falta dele acabou por inviabilizar o governo Dilma. O partido de maior bancada indica presidentes da Câmara e Senado. Lula segredou a amigos que deseja ver o PT dominando o Congresso.

Lula admite que ficará inelegível, mas solto. Por isso planeja percorrer o País tentando eleger o maior número possível de parlamentares. O PMDB, que não tem candidato próprio à Presidência desde 1989, faz parte da base aliada dos governos federais desde a década de 1990.

Quadrilhão do PMDB será julgado por Moro


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


O que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e o banqueiro André Esteves têm em comum, além de serem investigados no inquérito que apura a existência de uma organização criminosa que desviou dinheiro público? Nenhum deles quer que o processo seja enviado para o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato na primeira instância. Cunha e Geddel, que estão presos, pedem mais: que o inquérito deles fique parado no Supremo Tribunal Federal (STF) enquanto não acabar o mandato do presidente Michel Temer, que vai até 1º de janeiro de 2019. As informações são de André de Souza n’O Globo.

Em 31 de outubro, o ministro Edson Fachin, relator do caso no STF, mandou para Moro as investigações relacionadas a Cunha, a Geddel, ao ex-presidente da Câmara Henrique Alves (PMDB-RN) e ao ex-deputado e ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Também determinou que tivessem o mesmo destino os “demais não incluídos na denúncia”, caso de Esteves.

Reforma da Previdência: Rodrigo Maia marca para 19 de fevereiro a votação


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou para 19 de fevereiro do ano que vem a votação da reforma da Previdência após fracassarem os esforços de governistas para tentar conseguir os votos para aprovar a proposta na próxima semana.

Seminário da UGT debate o novo cenário trabalhista brasileiro


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


A União Geral dos Trabalhadores do Paraná promoveu na quarta-feira (13/12),em Curitiba (PR), o Seminário Estadual “Nova Lei Trabalhista: e agora?”. O tema, tão importante para o meio sindical, atraiu a atenção de mais de 300 dirigentes sindicais, advogados, assessores jurídicos sindicais e contadores.
O seminário realizado pela UGT-PARANÁ teve a co-realização de cinco federações estaduais de trabalhadores: Fetracoop (Federação dos Trabalhadores em Cooperativas do Paraná); Fecep (Federação dos Empregados no Comércio do Paraná); Feeb-PR (Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Paraná); Feaconspar (Federação dos Empregados em Asseio e Conservação do Paraná); e Fesmepar (Federação dos Servidores Públicos do Estado do Paraná).
“A UGT é a maior central sindical paranaense e a segunda no Brasil. A integração das federações filiadas à central no Paraná se multiplica em todo país, mostrando o quanto estamos preparados para enfrentar os devaneios empresariais embutidos nas entrelinhas dessa nefasta Lei trabalhista”, alertou o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah, ao abrir o evento.
Para o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, a UGT, está preparada para enfrentar os revezes da nova Lei trabalhista: “porém, ano que vem, iremos cobrar dos parlamentares a equidade em relação ao setor patronal, exigindo que a contribuição ao Sistema S, a exemplo da contribuição sindical, se torne facultativa, pois de nada adianta enfraquecer a representação laboral, em detrimento dos bilhões de reais que são distribuídos às confederações patronais”, adiantou Rossi.

Os palestrantes e os temas abordados refletem a preocupação da central com os desvios que a nova Lei trabalhista causará. Pela manhã a advogada, especialista em Direito Coletivo e assessoria jurídica sindical Cláudia Campas Braga Patah falou sobre “A reforma trabalhista e seus impactos na negociação coletiva de trabalho”; o chefe do Departamento de Relações do Trabalho da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho no Paraná, Luiz Fernando Fávaro Busnardo abordou as “Relações intersindicais com o MTE com a implantação da nova Lei trabalhista”. No período da tarde a advogada e consultora trabalhista sindical e ex-secretária nacional de Relações do Trabalho do MT, Zilmara David de Alencar falou sobre “A face sindical da reforma trabalhista”. E para encerrar o seminário o desembargador do TRT/PR, Cássio Colombo Filho falou sobre os “Aspectos jurídicos da nova Lei trabalhista”.

VEREADORA PODE PERDER MANDATO ANTES DO NATAL!


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


Justiça derruba liminar de Kátia Dittrich.A Câmara Municipal de Curitiba conseguiu derrubar a liminar que impedia o plenário da casa legislativa de discutir a cassação da parlamentar. Dittrich deve tentar um agravo. O presidente Serginho do Posto pode convocar uma sessão extraordinária para a próxima semana.FONTE BLOG DO TUPAN!

DEPOIS DA CORRUPÇÃO O DESCANSO NA CASA DE 2 MIL METROS QUADRADOS


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


Na próxima terça-feira, dia 19, o empresário Marcelo Odebrecht vai ficar frente a frente com o juiz de execução penal da 12ª Vara Federal de Curitiba, Danilo Pereira Junior, e indicará ao magistrado o endereço onde vai cumprir sua prisão domiciliar. A formalidade é o último passo para que o empreiteiro, herdeiro de uma das maiores construtoras do País, volte para casa exatos 914 dias depois de ser preso na 14ª fase da Operação Lava Jato. As informações são do Correio Braziliense.

Marcelo vai trocar a cela mal iluminada de 12 metros quadrados, nos fundos da Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense – que dividia com outros acusados e delatores -, por sua residência em um condomínio de segurança máxima no Morumbi, área nobre de São Paulo. É o local onde a Polícia Federal o prendeu no dia 19 de junho de 2015.

A defesa de Odebrecht começou a fazer os preparativos finais para que ele deixe a prisão a tempo de passar o Natal em casa. A multa imposta no acordo de delação premiada – R$ 73,3 milhões – já foi quitada.
Como ele vai voltar para casa ainda está indefinido, mas pediu na justiça o sigilo sobre o endereço da casa onde vai ficar,mas foi indeferido.Dados da matéria do Correio Braziliense

JORNAL IMPACTO PR. APRESENTA OS PIORES DO ANO DE 2017.


Postado em 15/dez/2017 - Sem Comentários


Sondagem feita entre jornalistas e comunicadores do Paraná, além da frequência e situações em que foram citados durante 2017, bem como as indicações recolhidas em plena Boca Maldita, o maior centro de opinião pública do mundo, renderam estas indicações para personagens políticas, empresariais, e da sociedade em geral.
Confira agora a lista do Impacto para os Piores do Ano, também em nosso site www.impactopr.com.br

POLÍTICOS COM VALIDADE VENCIDA : Requião, vice de Lula


Postado em 14/dez/2017 - Sem Comentários


O senador Roberto Requião (PMDB-PR) deve ser candidato a vice-presidente na chapa com o ex-presidente Lula para as eleições do próximo ano, conforme apurou o blog 247. Requião como vice de Lula foi defendido na noite dessa quarta-feira, 13, em um jantar com senadores de oposição ao governo de Michel Temer. As informações são de Fábio Campana.

Os maiores defensores da chapa Lula-Requião foram os senadores Lindbergh Farias, líder do PT no Senado, e Renan Calheiros (PMDB-AL). Requião é um dos mais combativos senadores em defesa das riquezas nacionais e contra o desmonte do estado promovido por Michel Temer e o fortalecimento de seu nome ocorre no momento em que a direita tenta judicializar a disputa presidencial de 2018 e barrar a candidatura de Lula.

(CHARGES DOUGLAS MAYER-JORNAL IMPACTO PR.)

Dirceu convoca militantes para o ‘dia da revolta’ em 24 de janeiro e o PT já reavalia cenário sem Lula


Postado em 14/dez/2017 - Sem Comentários


Condenado na Lava Jato, José Dirceu conclamou militantes petistas ao “dia da revolta” em 24 de janeiro. Nesta data, o Tribunal Federal Regional da 4ª Região julga o ex-presidente Lula no caso do tríplex. Dirceu afirmou que “a hora é de ação, não de palavras”, sugere que se transforme em energia “a fúria e revolta, a indignação e mesmo o ódio”, e que sejam criados comitês em defesa de Lula, para, em suas palavras, “desmascarar e combater a fraude jurídica e o golpe político”.

PT SEM LULA
Um dia depois do TRF4 marcar o julgamento do recurso de Lula para 24 de janeiro, o PT reavaliou o cenário envolvendo a candidatura do ex-presidente. A legenda viu aumentar as chances de condenação de Lula, o que pode torná-lo inelegível. A possibilidade mais concreta de Lula ser candidato é recorrendo a instâncias como o STJ e o STF. Por enquanto não se fala no PT em substituir Lula por outro candidato. As informações são de Vera Rosa, Daiene Cardoso e Ricardo Galhardo no Estadão.

No entanto, alguns dirigentes lembram que, se há um ponto positivo no calendário do TRF-4, é o fato de o julgamento ter início oito meses antes da eleição. Com isso, haveria tempo para o partido construir um “plano B”, que pode ser o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ou o ex-governador da Bahia Jaques Wagner.

MAMATA DO BOQUIRROTO NO PMDB NO LIMITE


Postado em 14/dez/2017 - Sem Comentários


Jucá deve secar fonte de Requião no partido.O PMDB fez uma reunião na quarta-feira (12) para decidir como será feita a divisão do fundo de financiamento de campanha. O presidente do partido, Romero Juca (RR), deverá secar a fonte de recursos do senador Roberto Requião que comanda a sigla no Paraná. Adversários de Requião o acusam de malversar os recursos do partido em benefício próprio e de campanha do filho na disputa da prefeitura de Curitiba em 2016. Requião também é acusado de usar o dinheiro do partido para pagar multas eleitorais.
charge douglas mayer-jornal impacto pr.

Redação e Administração

Rua Nilo Peçanha 798 - Bom Retiro
Tel./fax: 41.3338-0695

IMPACTO EDIÇÃO SEMANAL



Clique aqui para ver as edições anteriores.

VÍDEOS

REQUIÃO ANUNCIA ACORDO COM OSMAR DIAS EM 2018

OSMAR ANUNCIA ACORDO DA FRENTE DE ESQUEDA COM REQUIÃO

Lula diz que irá a Curitiba e desafia Lava Jato a lançar candidato

Patrícia Torassi

    Clique para ver todos os vídeos >>

ENQUETE

COMO FICARÁ A SITUAÇÃO DE LULA APÓS SER DENUNCIADO COMO CHEFE DE QUADRILHA?

:

Ver resultados


Loading ... Loading ...

ACOMPANHE NOSSAS REDES

PUBLICIDADE

 

REDES SOCIAIS

JORNAL IMPACTO PARANÁ
Redação e Administração - Rua Nilo Peçanha 798 - CEP: 80520-000 Bom Retiro - Tel./fax: 41.3338-0695