Notícia publicada 6 dias atrás.

Romanelli recebe solidariedade dos deputados devido a falsas notícias divulgadas nas redes sociais

Romanelli recebe solidariedade dos deputados devido a falsas notícias divulgadas nas redes sociais

Deputado foi vítima de notícias falsas postadas nas redes sociais e já formalizou queixa no Núcleo de Combate de Cibercrimes contra os que divulgaram as mentiras e calúnias

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa, recebeu na sessão desta segunda-feira (13) a solidariedade dos parlamentares, em função das notícias falsas que circularam nas redes sociais no último final de semana, vinculando o nome do parlamentar a uma apreensão de drogas no Mato Grosso do Sul.

O presidente da Assembleia, Ademar Traiano, manifestou o apoio em nome da mesa diretora da Casa. “Temos a convicção da sua idoneidade, do seu caráter e da sua história política e que jamais faria ou compactuaria com algo dessa natureza. Receba em nome de todos os deputados a nossa manifestação de apoio”, disse. “Lamentavelmente, vivemos em um período em que desmoralizar e desconstruir é muito fácil. Tenho certeza absoluta que a força de vossa excelência, da sua família, de seus companheiros, haverão de fazer com que tudo isso seja superado. A verdade prevalecerá”, afirmou Traiano

O deputado Márcio Nunes, líder da bancada PSD/PSC, também manifestou seu apoio, salientando a postura ética do líder do governo. “Romanelli é um deputado que tem uma trajetória correta e decente. A tentativa de vinculá-lo a um crime é uma atitude de pessoas inescrupulosas que em vez de divulgar as verdades,compartilham mentiras e factóides. Sua história fala por si”, afirmou.

Para o deputado Nereu Moura, que falou em nome da bancada do PMDB, a divulgação de notícias falsas prejudica a todos os políticos. “Precisamos nos unir para combater esse tipo de informação falsa, que tem como objetivo nivelar a política por baixo e criminalizar todos os políticos. Infelizmente, qualquer cidadão de bem está vulnerável”, disse Nereu.

O deputado Francisco Buhrer, em nome da bancada do PSDB, também manifestou apoio a Romanelli. “Conhecemos seu comportamento, sua história. Infelizmente as mentiras e calúnias são divulgadas com enorme rapidez. Nós que o conhecemos, sabemos de sua lisura, sua retidão e do seu caráter”, afirmou.

Os deputados Rasca Rodrigues (PV), Wilmar Reichembach (PSC), Guto Silva (PSD), Professor Lemos (PT), Tadeu Veneri (PT), Cobra Repórter (PSC) e André Bueno (PDT) também manifestaram sua solidariedade a Romanelli e repúdio à veiculação de notícias falsas na internet.

Boletim de ocorrência – Pela manhã, o deputado Romanelli esteve no Núcleo de Combate aos Cibercrimes (NUCIBER) da Polícia Civil do Paraná para formalizar um boletim de ocorrência por calúnia, difamação e falsa identidade contra os internautas que distribuíram e compartilharam as notícias falsas.

Neste fim de semana, internautas usaram imagens de uma carreta de transporte de asfalto apreendida com drogas próximo a Naviraí (MS), com um falso adesivo que a identificava como “ a serviço de Romanelli”. Graças à manipulação e à mentira, espalhou-se nas redes sociais a falsa informação de que o deputado Romanelli tem vinculação com traficantes de drogas e armas para o MST e sindicatos

“O caminhão não é meu e nem é propriedade da empresa Romanelli de Cambé (PR), mas de uma empresa radicada em Rolândia.A polícia vai apurar a origem dessas postagens e vou vou tomar todas as providências contra esses detratores”, afirmou Romanelli.

A Polícia Civil, em matéria divulgada na sexta-feira (10), já havia informado que o caminhão apreendido em Naviraí (MS) no dia anterior não é de propriedade da empresa Romanelli, de Cambé. “Embora o caminhão apreendido continha (sic) um adesivo como prestador de serviço a empresa Romanelli (fabricante de maquinário na região de Cambé), o caminhão não pertence a empresa e também não há indicativo que preste serviço a mesma”, diz a reportagem, disponível no site da Polícia Civil do Paraná.

Denúncias – Qualquer cidadão que seja vítima de uma crime relacionada ao anonimato na internet pode fazer a denúncia e boletim de ocorrência no NUCIBER. Criado em 2005, o núcleo tornou a Polícia Civil do Paraná a primeira a contar com órgão específico para o combate aos crimes cometidos por meios eletrônicos.

A delegacia do NUCIBER fica localizada na Rua José Loureiro, 376 – 2º andar, Centro, em Curitiba.
Liderança do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná
Deputado Luiz Claudio Romanelli
Assessoria de Imprensa





0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Redação e Administração

Rua Nilo Peçanha 798 - Bom Retiro
Tel./fax: 41.3338-0695

IMPACTO EDIÇÃO SEMANAL



Clique aqui para ver as edições anteriores.

VÍDEOS

Eduardo Fenianos

Gleisi pede dinheiro para campanha de Lula

Bate-boca entre Gilmar Mendes e Luis Roberto Barroso dá o que falar no STF

Patrícia Torassi

    Clique para ver todos os vídeos >>

ENQUETE

COMO FICARÁ A SITUAÇÃO DE LULA APÓS SER DENUNCIADO COMO CHEFE DE QUADRILHA?

:

Ver resultados


Loading ... Loading ...

ACOMPANHE NOSSAS REDES

PUBLICIDADE

 

REDES SOCIAIS

JORNAL IMPACTO PARANÁ
Redação e Administração - Rua Nilo Peçanha 798 - CEP: 80520-000 Bom Retiro - Tel./fax: 41.3338-0695