Notícia publicada 2 meses atrás.

Vereadores tentam barrar recursos para projeto social Pequeno Cotolengo

Vereadores tentam barrar recursos para projeto social Pequeno Cotolengo

Em uma ação conjunta, os vereadores Professora Josete (PT), Professor Euler (PSD), Felipe Braga Côrtes (PSD) e Goura (PDT) tentaram nesta terça-feira, 10, derrubar projeto que autoriza o remanejamento de R$ 465 mil para o projeto social Pequeno Cotolengo, em Curitiba.
Apesar de previsto no orçamento da promoção da política voltada às ações de acessibilidade, relacionadas aos direitos da pessoa com deficiência (PcD), os vereadores se posicionaram contrários à proposição enviada pelo prefeito Rafael Greca e ao repasse do recurso à instituição beneficente.
Para os parlamentares, o recurso deveria cobrir, exclusivamente, a previdência municipal “Esse recurso diz respeito à contribuição patronal de servidores inativos”, defendeu a vereadora Professora Josete.
“Acho que seria importante o tempo de uma semana para os vereadores estudarem a matéria. Tem a ver com votarmos com consciência”, justificou Professor Euler, que teve requerimento para adiar a votação do projeto de remanejamento derrubado pelo plenário.
Para amenizar a posição antagônica, o vereador Braga Côrtes negou que o pedido de adiamento do projeto fosse político: “Quanto à questão partidária, temos o Bruno Pessuti (do PSD), que faz parte da base. Precisamos de transparência no sentido de saber como será feito o encontro de contas”, disse.
O vereador Goura negou a posição contrária ao remanejamento de recurso à instituição social Pequeno Cotolengo. Disse que houve, na verdade, incompreensão quanto ao pronunciamento e ao próprio requerimento do colega Professor Euler. “Faço um desagravo ao Professor Euler. De forma alguma o Professor Euler insinuou que os vereadores não estudam as matérias. Ele pediu mais tempo e teve sua fala distorcida”.
Além de contrários ao repasse de recursos à instituição (Pequeno Cotolengo), o quarteto de vereadores da ala de oposição à Prefeitura de Curitiba negou apoio ao remanejamento total de R$ 20,8 milhões do orçamento do município de Curitiba, aprovado, em segundo turno, nesta terça-feira, 10, pelo plenário.
A maior parte do crédito adicional será destinada ao pagamento de dívidas da gestão anterior. O crédito também remaneja R$ 465 mil para o Pequeno Cotolengo; R$ 263 mil para a recuperação ambiental nas vilas Bela Vista da Ordem e Beira-Rio para obras na Vila Audi/União; e indica R$ 94,9 mil das obrigações patronais da Secretaria Municipal de Obras Públicas para despesas como reparos em drenagens, pontes e passarelas de madeira.





0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Redação e Administração

Rua Nilo Peçanha 798 - Bom Retiro
Tel./fax: 41.3338-0695

IMPACTO EDIÇÃO SEMANAL



Clique aqui para ver as edições anteriores.

VÍDEOS

REQUIÃO ANUNCIA ACORDO COM OSMAR DIAS EM 2018

OSMAR ANUNCIA ACORDO DA FRENTE DE ESQUEDA COM REQUIÃO

Lula diz que irá a Curitiba e desafia Lava Jato a lançar candidato

Patrícia Torassi

    Clique para ver todos os vídeos >>

ENQUETE

COMO FICARÁ A SITUAÇÃO DE LULA APÓS SER DENUNCIADO COMO CHEFE DE QUADRILHA?

:

Ver resultados


Loading ... Loading ...

ACOMPANHE NOSSAS REDES

PUBLICIDADE

 

REDES SOCIAIS

JORNAL IMPACTO PARANÁ
Redação e Administração - Rua Nilo Peçanha 798 - CEP: 80520-000 Bom Retiro - Tel./fax: 41.3338-0695